Seguidores

terça-feira

Superando Obstáculos

RESILIÊNCIA




Depois que passei no médico do SUS, eu fiz um convênio médico, então marquei uma consulta com um ortopedista. Ele disse que era um processo inflamatório, e receitou um remédio.

As dores continuaram, o remédio não adiantou muito, então procurei um 3º ortopedista.
Ele me pediu outro RX, receitou antiflamatório e fisioterapia.

Neste período, eu já sentia leves dores em outras articulações, mas como as dores só apareciam às vezes, então não me importei muito, só uma vez que procurei um médico por dores na lombar, e a resposta foi a mesma de outros médicos: tem que emagrecer.

Fiz inúmeras sessões de fisioterapia sem resultados, o médico trocou os medicamentos por diversas vezes, as dores oscilavam, até que a fisioterapeuta me orientou procurar uma reumatologista. Este 3º médico, desistiu do meu caso, disse que não tinham outras alternativas de medicamentos. Neste tempo, as outras dores em outras articulações aumentaram, e este reumatologista me diagnosticou: FRIBOMIALGIA (dores em todas as articulações do corpo e/ou pontos específicos), e nos joelhos: CRONDROMALÁCIA PATELAR, TENDINOPATIA DO QUADRICEPS e TENDINOPATIA DA PATA DE GANSO. 
A Dra. me receitou um medicamento formulado, foi então que as minhas dores começaram aliviar :)
Não demorou muito pro remédio "atacar" meu estômago, dores terríveis, enjoos, ânsia de vômito, então tive que parar de tomar os remédios, e procurei um gastro que diagnosticou: PANGASTRITE E REFLUXO GÁSTRICO.
Sem tomar os remédios, as dores dos meus joelhos e do corpo inteiro pioraram, todos os dias eu tinha que trabalhar e conviver com isto. Muitas vezes tinha que ir ao pronto socorro tomar algum medicamento muito forte para amenizar. As vezes estava na faculdade e tinha que ligar para meu esposo me buscar por conta disto.
As dores dos meus joelhos eram violentas, eu esfregava uma perna na outra de aflição e chorava muito, colocava muito gelo, tomava inúmeras injeções, pomadas, rezava, minha sogra me trazia um paninho ungido....e outras várias alternativas que as vezes funcionavam horas não.
A DEPRESSÃO, tomava conta de mim, imagine o estado que eu me encontrava, tão nova ( 24 anos ) com tantos problemas de saúde. Claro, que perto de muitas pessoas os meus problemas eram pequenos, mas isso não me tirava o direito de reclamar, e desejar que essas doenças fossem curadas. Imagine, com 24 anos, não conseguir subir e descer escadas, o ônibus era uma escalada, não poder abaixar e/ou ajoelhar para varrer debaixo da cama, subir numa cadeira para pegar algo, não poder subir ladeiras, NÃO PODER/ CONSEGUIR realizar nenhuma atividade física, não poder dançar, ficar em paz em algum lugar com medo de me dar as crises mais fortes de dores, tudo isso por causa das minhas limitações físicas.
Nesta hora que eu refletia, imagine as pessoas que estão numa cadeira de rodas, ou que não enxergam, que não têm braços, pernas...meu Deus, imagine o que eles passam.
Eles são guerreiros, que nem por causa dessas limitações, eles deixam de viver. E muitos são exemplos de RESILIÊNCIA para nós, que muitas vezes reclamamos em vão.

Mas como disse a pouco, meus problemas não eram os piores do mundo, mas eu tinha direito de reclamar, e desejar que essas doenças fossem curadas. Olha, só DEUS mesmo pra me amparar de tal situação, ele me carregou e me carrega em seus braços, porque eu já não tinha mais força. Às vezes as pessoas me viam sorrindo e conversando, e por isso achavam que eu estava de brincadeira, mais SOMENTE EU, sei o que passei, como sofri com tantos problemas, SOMENTE EU, sabia o que era se sentir deprimida, enquanto algumas pessoas me falavam que o meu diagnóstico era frescura.

Até que num momento, alguém me indicou a acupuntura, ainda bem que a clinica aceitava o meu convênio, foi onde eu conheci pessoas maravilhosas,
Dra. Adriana, Dona Valdete, Dona Teresa e a Dra. Suzana, super recomendo a clínica  http://www.medicosdobem.com.br/, depois de quatro meses comecei a sentir uma melhora significativa, para as dores de todo o meu corpo.



Eu e a Dra. Adriana, mais um anjo que cruzou o meu caminho :)

Foi nesta fase, que conheci a Dra. Suzana ( nutricionista ), um amor de pessoa ;) então em Março de 2011 que eu parti pro Meu 2º Regimão - 2º ROUND ;)

Este será o tema da minha próxima postagem :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário